Pesquisar

Há um ano, Deus chamou nosso irmão Michel, para junto de si. Confesso que foram dias de muita angustia, mas também de esperança. Como nossos corações, sentem saudades do seu sorriso e de suas brincadeiras. Rezemos neste dia pelo seu descanso ao lado de Deus e da Virgem Maria. Mas na esperança poderemos cantar com o salmo: “Que vos agrade o cantar dos meus lábios e a voz da minha alma; que ela chegue até voz, ó senhor, meu Rochedo e Redentor!” Sl 18, 15.

Michel descanse em paz nos braços do teu Senhor.

Nielson Guilherme

E começa o Bote Fé

Publicado por peadeenes em 19/09/2011 às 8:11
Categoria: Eventos | Comentários desativados

Milhares de jovens estão reunidos em São Paulo para uma “ressaca santa”: a ressaca da Jornada Mundial da Juventude.

O Bote Fé celebra a chegada da Cruz da Jornada e do Ícone de Nossa Senhora ao Brasil. Madri é aqui! O Rio de Janeiro, sede da próxima JMJ, também é aqui!

Antes mesmo de o som começar, integrantes das mais diversas expressões juvenis da Igreja já ocupavam o Campo de Marte, na Zona Norte da capital paulista. E chegavam, pouco a pouco, vários ônibus, várias caravanas, recheados de jovens para o grande início da Jornada Mundial de 2013, no Brasil

Gritos de “Benedicto” e “Esta es La juventud del Papa” – entoados exaustivamente em Madri – são repetidos no Bote Fé com o mesmo entusiasmo.

Ao longo de todo o dia, cantores católicos se revezarão no palco.

A juventude dá mais uma prova de que a Igreja está viva!

Por Diego Fernandes

O que restou do 11 de Setembro?

Publicado por peadeenes em 12/09/2011 às 16:25
Categoria: Informações | Comentários desativados

Ontem o mundo viu o sol raiar com a triste lembrança do 11 de Setembro. Vários grupos e Estados fazem memória deste fato marcante para a humanidade. Lágrimas correm pelas faces saudosas, preces são feitas a Deus pelas três mil pessoas ceifadas pela violência do danoso terrorismo do grupo Al-Qaeda, chefiado pelo falecido Bin Laden. Desde aquele dia, instalou-se vorazmente a insegurança, ansiedade e o medo de modo global.

A reação da abalada potência americana foi imediata. O ex-presidente americano George W. Bush declarou guerra não apenas a Al-Qaeda, mas a todos os terroristas. Duas guerras foram travadas: no Afeganistão e no Iraque. Não se sabe com precisão até que ponto as motivações eram realmente de defesa ou econômicas, visando mais domínio sobre o planeta.

Dez anos se passaram. Muitas lições podem ser tiradas do 11 de Setembro. Neste dia (11) vários jornais, revistas, programas de TV, páginas na internet fazem da violência um espetáculo, tecem seus comentários, fazem suas análises e tentam tirar conclusões do trágico ocorrido. Quem puder entender o 11 de Setembro, entenda, e o melhor seria que todos o entendessem.

Neste cenário sombrio encontra-se o fundamentalismo, uma das causas do terrorismo. Ele pode ser definido como a tentativa de impor a verdade à custa da força, desprezando inclusive a vida humana e o próprio Deus. Segundo Bento XVI, o fundamentalismo traz consigo a falsificação da verdade plena de Deus, pois ele “desfigura a sua face amorosa e misericordiosa, substituindo-O por ídolos feitos à própria imagem” (Mensagem para o Dia Mundial da paz, 2006).

Por outro lado está a injustiça social. A ausência voluntária de esforços individuais e conjuntos para a promoção do bem de todos e de cada um gera um bolsão de miséria, revolta, dor e morte. A injustiça pode, então, despertar no íntimo da pessoa humana os impulsos mais agressivos possíveis. Nem sempre todos o sabem controlar. Quando isso não acontece, é de se esperar reações nefastas.

Após uma década, uma das grandes lições do 11 de Setembro é a redescoberta do outro. Ao rever as cenas da colisão dos aviões com as torres gêmeas surge com força a voz da consciência “não se poderia fazer isso”. Por quê? Porque o outro, a pessoa humana, é mais do que coisa ou dinheiro. É alguém aberta ao futuro cheio de possibilidades, inclusive de encontro com o absoluto. Em outras palavras, a pessoa humana é digna e merecedora de respeito. Redescobre-se, então, o outro, que também é o Ocidente e o Oriente, com suas trajetórias históricas, culturais e religiosas resultadas de inúmeras escolhas com suas motivações.

“Bem aventurados os que têm fome e sede de justiça… Bem aventurados os que promovem a paz” (Mateus 5, 6.9), disse Jesus Cristo. Para o Católico, o 11 de Setembro é dia de retomar, com ardor, o anúncio do Evangelho da paz. É data para proclamar que “Deus é amor que salva, Pai amoroso que deseja ver os seus filhos reconhecerem-se mutuamente como irmãos, procurando responsavelmente pôr os seus vários talentos ao serviço do bem comum da família humana” (Bento XVI, ibid.), cooperando com os demais cristãos, outras religiões e pessoas de boa vontade.

Pe.Francisco Agamenilton Damascena
Pároco da Paróquia Nossa Senhora d’Abadia – Barro Alto – GO
fcoagamenilton@hotmail.com

Um dia ou uma vida feliz?

Publicado por peadeenes em 07/09/2011 às 10:24
Categoria: Informações | Comentários desativados

Ter, 06 de Setembro de 2011 20:37

Comecei meu dia como todos os outros, entrando na internet, vendo e-mails, facebook, respondendo mensagens e dando um super “bom dia” pra todos…Mas, entrando no twitter, algumas mensagens me chamaram atenção:

“Feliz Dia do Sexo!”
“Que tal, quem fará sexo hoje? #FelizDiaDoSexo”
“Curta o dia de hoje, faça sexo!”

Me incomodei e fui para o meu grande amigo Google e digitei: “DIA DO SEXO”.

O primeiro item que apareceu na minha busca foi de um site de preservativos que promovia a ideia de usar a data 06/09 como o dia escolhido para ser o Dia do Sexo, tendo na página inicial o seguinte texto:

“Dia das mães, dias dos pais, dia das crianças, dia dos namorados. Em meio a tantas datas comemorativas no nosso calendário oficial, por que não criarmos um dia em homenagem àquilo que deu origem a tudo: o sexo?”

E ainda continua:

“Pense bem. Graças a ele você existe, sua família existe, a humanidade inteira existe. O sexo está presente em tudo, desde a literatura, arte e moda, até a bíblia.”

E o texto não pára por aí:

“Sexo é música. Sexo é dança. Sexo é muito mais que um ato. Ele é prazer, amor, vida. E é por esta importância que nós estamos propondo a criação do Dia do Sexo.”

É triste ver tamanha pobreza que vivemos hoje. Aqui, não quero dizer sobre a pobreza material, mas a pobreza de dignidade e de descoberta do potencial que existe na própria vida e, também, no verdadeiro sentido do porquê Deus nos criou como seres sexuados.

Na citação acima, o texto diz que “graças a ele (sexo) nós existimos”. Isso é uma verdade, mas o texto erra profundamente quando diz que foi “o sexo que deu origem a tudo.”

O sexo não deu origem a tudo! Este SUPER ERRO mostra justamente a visão relativista presente nos dias de hoje, onde “tudo vale e não existe verdade nenhuma”, como nos disse no mês passado o Papa Bento XVI, na Jornada Mundial da Juventude, em Madri. Isso faz com que não percamos a verdade de que não foi o sexo que nos criou, mas sim Deus Pai, que soprou o dom da vida e nos criou ATRAVÉS da relação conjugal dos nossos pais.

Por que ter o “Dia do Sexo”? Para que seja o dia da tentativa de ser um pouco feliz? Para ser o dia onde tento esquecer dos problemas, liberando o meu corpo para alguém e querendo o corpo do outro só para o meu prazer?

Deus é amor e tudo o que Ele cria é fruto deste amor! Você nasceu para amar e a sexualidade, a afetividade e o nosso corpo são grandes tesouros que Deus nos deu para que possamos amar e sermos felizes!

Não posso querer reduzir a um dia a comemoração da minha vida. A minha vida, o meu dia, os meus relacionamentos, o bom uso da minha sexualidade e afetividade em Deus, já são essa celebração que não acaba nunca!

A castidade existe para nos fazer livres! É ela que ordena toda nossa afetividade e sexualidade a Deus e deixa-O ser o Senhor de tudo. A castidade nos torna jovens livres, sem precisarmos ficar presos às correntes das tendências, modismos ou dos prazeres. A castidade nos faz ver que somos os verdadeiros homens que não dominam todas as coisas, mas que pela, graça de Deus, dominam a si mesmo e amam a todos de forma livre, desinteressada e como cada um deve ser amado.

Aquele que descobre o seu valor e não fica se dando por qualquer coisa ou “dia criado”, vive a alegria de filho de Deus e guarda o maior tesouro que alguém possa receber: o dom da vida, através da castidade!

Não reduza a sua sexualidade ao “Dia do Sexo” que é puro liberalismo, mas sim à “Vida de Castidade” que é a experiência da verdadeira liberdade!

De forma alguma, quero dizer que o sexo é ruim, isso seria uma visão puritanista. Quando ele é vivido dentro da proposta para que foi criado (dentro do matrimônio), descobrimos a sua beleza e o seu verdadeiro valor. Um valor tão belo que não cabe “comemorá-lo” apenas em um dia, mas todos os dias, por uma vida inteira (se seu chamado for o matrimônio)!!!

Deus nos criou para vivermos a vida Dele, uma vida de muita felicidade a cada instante e não para viver a tentativa de, em um dia, tentar ter uma vida “melhorzinha”.

Assim como eu, existem milhões de jovens vivendo a experiência da castidade e sendo verdadeiramente livres! Somos muito mais que 76.466 que apoiaram a causa para ser criado o Dia do Sexo!

Você não nasceu para ser feliz somente por um dia, mas para a vida toda!

Descubra o seu valor no amor que Deus tem por você!

Seja feliz e fiel!

Nilton Junior, Celibatário Consagrado na Comunidade Católica Pantokrator

Primeira Missa dos Neo-sacerdotes

Publicado por peadeenes em 24/08/2011 às 11:39
Categoria: Igreja Matriz | Comentários desativados

 

No dia 14 de Julho de 2011, Às 19:30 hs, os dois novos padres ordenados para a Igreja na Diocese de Uruaçu, Pedro Márcio e Thiago Alvarino juntamente com o diácono recém ordenado Beneval Teles estiveram presente em nossa paróquia para celebrarem uma de suas primeiras missas.

A Paróquia Santo Antônio de Pádua foi escolhida, pois colaborou muitos anos com as vocações, assim fazendo parte da história dos novos padres e diáconos. A missa foi presidida pelo Pe Pedro e co-celabrada pelos padres Thiago e Edval.

Logo após a missa, a comunidade cumprimentou como de costume os padres Pedro e Thiago, já que as mãos neo-sacerdotais concedem as graças de indulgências.E em seguida houve uma singela confraternização na quadra da Escola São Pedro, cujo momento foi de descontração e também para relembrar os tempos em que os recém ordenados eram apenas seminaristas em nossa paróquia.

Assim, continuamos a pedir que enviai operários para a messe do Senhor!

Ordenações Diaconais e Sacerdotais.

Publicado por peadeenes em 02/07/2011 às 1:39
Categoria: Eventos | 2 comentários »

Nossa amada Diocese de Uruaçu está em festa. No mês de julho, receberá de Deus, como presente e dom, novos ministros ordenados, para o serviço do povo santo de Deus. Para que nossa alegria seja ainda maior, toda a Diocese está convidada a participar, no dia 10 de julho das ordenações diaconais e sacerdotais. As ordenações acontecerão no ginásio do Seminário São José, as 9h da manhã, no dia 10 de Julho. Serão ordenados Diáconos os seminaristas: Elias, Beneval e Giovani, e serão ordenados Sacerdotes os Diáconos: Pedro e Thiago. Celebremos com os ordinandos esse dia de grande Júbilo. Rezemos desde já por eles, para que o Senhor nosso Deus, posso dar aos seus corações a graça da fidelidade e amor ao ministério que irão abraçar.

Portal Diocesano

Jovens manifestam alegria de ser de Deus no XIII CDMJ

Publicado por peadeenes em 02/07/2011 às 1:35
Categoria: Eventos | Comentários desativados

Acontece em Niquelândia-GO o XIII Congresso Diocesano do Ministério Jovem. O Encontro iniciou ontem (24), as 21:00h, com a Santa Missa presidida por Padre Wemerson (Pároco da Paróquia São Francisco de Assis) e concelebrada pelo Padre André (Pároco da Paróquia Nossa Senhora das Graças).

Hoje (25), o Encontro começou também com a Santa Missa presidida pelo Padre Dioclésio de São Luíz do Norte. Em seguida o mesmo fez uma pregação para os jovens enfatizando o tema do Encontro: “Por causa da Tua palavra lançaremos as redes”. Após a pregação os jovens tiveram oportunidade de participar de Oficinas sobre os ministérios de Cura, Intercessão, Artes, Pregação e Carisma.

Estão presentes 350 jovens vindos de Rianápolis, Santa Isabel, Barro Alto, Hidrolina, São Luíz do Norte, Goianésia, Campinorte, Alto Horizonte, Santa Terezinha, Niquelândia, Campos Verdes, Mara Rosa, Minaçu, Uruaçu e Rialma.

CCF na cobertura do XIII CDMJ