Seja bem-vindo(a) ao nosso novo portal! Ajude-nos a deixá-lo ainda melhor enviando a sua opinião. Clique aqui.
Notícias da diocese › 22/01/2018

Caminhada pastoral do Regional Centro-Oeste é avaliada

Os bispos e os coordenadores de pastorais, movimentos e organismos, realizam no dia 24 de novembro, a Reunião Anual de Avaliação e Planejamento do Regional Centro-Oeste da CNBB. O encontro, que é conduzido pela Comissão Permanente de Avaliação e Planejamento (CPA), apresentou a análise das respostas enviadas pelas pastorais das dioceses, sobre o Ano Vocacional Mariano, compromisso vivido pelo regional neste ano de 2017. A base das respostas são as cinco urgências presentes nas atuais Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil (DGAE).

Após a partilha dos grupos, representantes de cada um apresentou pontos de destaque da caminhada pastoral da Igreja no Regional Centro-Oeste, avaliados em conjunto. O primeiro grupo sugeriu que haja uma ligação mais estreita entre as propostas de anos temáticos, para que as prioridades sejam contempladas pelas Igrejas particulares. “Existe articulação para a promoção vocacional nas famílias e na catequese? Como envolver estas dimensões em nossos planejamentos e na realidade das dioceses, pastorais, movimentos e organismos?”, questionou o coordenador da Comissão Regional dos Diáconos (CRD), diácono Manoel José Damasceno. Um dos grupos também avaliou que é preciso crescer em adesão à cultura vocacional. Diante dos anos temáticos propostos pela Igreja no Brasil e no mundo, o bispo diocesano de Luziânia, Dom Waldemar Passini Dalbello, enfatizou que é fundamental acolher as diversas propostas da Igreja, e trabalhar para atuar com eficácia na ação pastoral.

Ano do Laicato e Ano da Família 2018

Com relação ao planejamento para a vivência do Ano Nacional do Laicato e do Ano Regional da Família, o bispo diocesano de Goiás, Dom Eugênio Rixen, sugeriu que as dioceses invistam em formações que contemplem essas duas temáticas. “Um bom encaixe seria ligar a família com o problema da violência em nossas cidades, já que a Campanha da Fraternidade, “Fraternidade e superação da violência”, trata disso. O presidente do regional, Dom Messias dos Reis Silveira, sugeriu adaptar as urgências das Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora (DGAE) aos anos temáticos. O coordenadora da Pastoral da Comunicação (Pascom), irmão Diego Joaquim, por sua vez, destacou que um desafio a ser superado é fazer-se presente no ano temático com a pastoral, na qual se atua. Já a coordenadora da Pastoral Familiar, Maria Dóris, lembrou que cada pastoral precisa trazer para sua realidade as propostas do regional. “Precisamos aderir às propostas do regional, com amor e ação, para que possamos caminhar e atuar com eficácia”, disse.

Ano Vocacional Mariano

Ao fim do encontro, Dom Messias avaliou positivamente o desenvolvimento das atividades relacionadas ao Ano Vocacional Mariano em 2017. “Este ano temático despertou um desejo de celebrar as vocações, provocar o crescimento, e o surgimento de vocações. Claro que este ano não vai resolver todos os nossos problemas de uma vez, porque é um trabalho contínuo. A partir de agora nós vamos nos articular para viver bem o novo Ano da Família e do Laicato, mas o tema vocacional vai continuar acompanhando a reflexão sobre a família, que deve ser alcançada pela vida cristã e animada pela palavra de Deus”, afirmou.


Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.