Seja bem-vindo(a) ao nosso novo portal! Ajude-nos a deixá-lo ainda melhor enviando a sua opinião. Clique aqui.
Notícias da diocese › 25/04/2018

I Encontro de Conselhos Pastorais Paroquiais celebra Ano Nacional do Laicato

No domingo, 22, aconteceu na paróquia Nossa Senhora da Guia, em Campinorte (GO), I Encontro Diocesano de Conselhos Pastorais Paroquiais, que reuniu 110 pessoas vindas das várias paróquias e santuários desta Igreja particular. De acordo com o coordenador diocesano de pastoral, padre Francisco Agamenilton Damascena, a representação no encontro foi bastante satisfatória.

O prof. Valdivino José Ferreira, coordenador da Pastoral da Educação no Regional Centro-Oeste da CNBB (Goiás e Distrito Federal) falou sobre o leigo como sujeito na conversão paroquial. Sua explanação se baseou no documento 100 – “Comunidade de Comunidades – uma nova paróquia”, e no documento 105, “Cristãos leigos e leigas na Igreja e na sociedade – sal da terra e luz do mundo”, ambos da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). O professor aprofundou a reflexão sobre o leigo, sua identidade e sua missão. “Mais do que sal da terra e luz do mundo, precisamos ser tochas acesas na sociedade e na Igreja”, disse ele.

Continuando a assessoria, Valdivino frisou que é fundamental o testemunho do leigo, que deve ser expressado nos diversos ambientes onde atua: realidades sociais, culturais, econômicas, ambientais, políticas e sociais. Ele também enfatizou é que importante a atuação da família, dos idosos, dos jovens e das mulheres – grupos que são uma força considerável para as comunidades paroquiais.

No período da tarde, diversos leigos deram seu testemunho sobre a caminhada na paróquia, sua vida de fé e sobre suas alegrias por participarem nas pastorais, ser cristãos. Falaram também sobre as dificuldades que têm de testemunhar sua fé não só na Igreja, mas também na vida cotidiana. Vários paroquianos expressaram ainda a alegria de estarem em missão.

Ano do Laicato

Conforme disse o bispo diocesano, Dom Messias dos Reis Silveira, em entrevista, a organização dos Conselhos Pastorais Paroquiais (CPPs) foi pensado em vista do Ano Nacional do Laicato, que a Igreja no Brasil vive em 2018. “Nós quisemos reunir os conselheiros porque eles têm uma missão muito importante como leigos, porque são os primeiros colaboradores dos párocos em todas as paróquias.

Dimensões dos Conselhos Paroquiais

Em sua fala, no encontro, o bispo discorreu especificamente sobre os CPPs, com ênfase em suas dimensões: “É muito importante que os conselheiros estejam atentos às dimensões dos Conselhos, como a Dimensão Espiritual. É preciso que eles estejam em sintonia com Cristo, que promovam momentos de oração e não se encontrem apenas para discutir problemas, mas também para se abastecer espiritualmente. A Dimensão da Convivência também é fundamental. Nesta, os irmãos se fortalecem, se corrigem, aprendem uns com os outros e os conselheiros criam fraternidade. É bom que exista momentos de confraternização entre eles. Outra Dimensão é a Intelectual, dos estudos, porque os conselhos devem estar atualizados sobre o que a Igreja tem publicado, com as mensagens do papa, estar inteirado sobre o que ele diz, proclama, portanto, é bom que os conselhos tenham esses momentos de estudo e de conhecimento dos documentos da Igreja”, explicou Dom Messias. Ele também comentou com os presentes sobre a Dimensão Missionária. “Os conselhos existem para ajudar a paróquia a ser missionária e cada conselheiro deve ter consciência de que vai colaborar com a paróquia e a comunidade para que possam atingir os objetivos de evangelizar.

Sobre as expectativas do encontro, Dom Messias comentou que os objetivos foram alcançados. “Este encontro teve o objetivo de celebrar o Ano do Laicato, de fortalecer a vida e missão dos conselheiros, de termos uma visibilidade da nossa Igreja diocesana, enquanto aqueles irmãos e irmãs estavam reunidos representando todas as paróquias. Aparentemente, os participantes expressaram alegria em viver aquele momento e esperamos realizar outros encontros”.

VEJA AS FOTOS

Setor de Comunicação Diocesano


Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.