Seja bem-vindo(a) ao nosso novo portal! Ajude-nos a deixá-lo ainda melhor enviando a sua opinião. Clique aqui.
Notícias da diocese › 23/10/2018

Jornada de Comunicação 2018: comunicação e comunhão

“Comunicando o mistério de Cristo”. Foi com esta fala de Dom Adair José Guimarães, bispo diocesano de Rubiataba-Mozarlândia, que teve início a Jornada de Comunicação 2018. Ele fez a reflexão na santa missa, que buscou a renovação e a formação de novos agentes para a Pastoral da Comunicação na Diocese de Rubiataba-Mozarlândia.

A Jornada da Comunicação 2018 ocorreu de 19 a 21 de outubro, na Diocese de Rubiataba-Mozarlândia, com o tema “Formação de lideranças da Pascom”. O evento reuniu 53 representantes, agentes da Pascom das dioceses do Regional Centro-Oeste da CNBB (Goiás e Distrito Federal).

A conferência dirigida pelo coordenador nacional da Pascom, Marcos Tullius, evidenciou a importância do líder no meio que está inserido, e do seu papel na Pascom para o “engajamento de uma equipe para chegar a um resultado em comum”. Ele destacou ainda 10 características de um bom líder da Pascom: paixão, fé viva, oração, humildade, obediência, abertura ao espírito, dom de si, solidariedade, equilíbrio e fazedor de discípulos. “Um bom líder não nasce pronto, ele é resultado da abertura constante ao crescimento humano, espiritual e pastoral”, afirmou.

Marcos Tullius, em um segundo momento, falou acerca da Pascom a serviço das demais pastorais, enfatizando que “autossuficiência pode matar qualquer trabalho”, e que a Pascom deve estar em comunhão com as demais pastorais. Segundo ele “quem comunica deve comungar dos outros”, pois somos “a pastoral do abraço”.

Dom Messias Reis da Silveira, bispo da Diocese de Uruaçu e bispo referencial da Pascom do Regional Centro-Oeste, que também se fez presente no evento, disse que “a palavra de Deus fala sobre o “testemunho”, uma vez que ela marca e edifica e somos chamados a testemunhar”. Disse o bispo que como agentes da comunicação, temos que comunicar Jesus, o filho de Deus. “Como podemos comunicar, se não temos intimidade com ele? É importante que, como pessoas que comunicam Jesus, tenhamos um coração voltado para Ele”.

Na tarde de sábado foram realizadas oficinas, coordenadas por Danilo Inácio, da Ordem dos Frades Menores; Jane Greco, da Arquidiocese de Goiânia; e Marcus Tullius, coordenador Nacional da Pascom. As oficinas, além de aprofundamento no conhecimento, propiciou troca de experiências entre agentes de pastoral.

No último dia de conferência, Marcus Tullius apresentou o Guia de Implantação da Pastoral da Comunicação, lançado no 6º Encontro Nacional da Pascom, realizado de 19 a 22 de julho deste ano, em Aparecida (SP). O material traz orientações para aqueles que estão iniciando a Pascom e também para quem já está na caminhada. O coordenador nacional destacou a importância de se desenvolver um plano de formação pastoral nas paróquias e de compreender que a Pascom é uma pastoral de integração, que deve promover o diálogo entre pastorais.

Na santa missa de encerramento do evento, presidida pelo bispo Dom Messias, ele recordou o Dia Mundial das Missões. “A Pascom poderia ter mais um ‘m’ de missionária, pastoral que se preocupa em comunicar a pessoa de Jesus”, e complementou recordando em parte a homilia de Dom Adair José, no primeiro dia de evento, “é importante servir, ser um agente disponível, comunicar e nos tempos atuais ajudar as pessoas a não fugir do mistério”. O bispo reafirmou ainda que “o desafio é chamar atenção para vivenciar o bem, não sair dali com lembranças (fotos), mas com o coração preenchido”.

Ao final da santa missa, foi apresentada a nova coordenação do Regional Centro-Oeste, eleita no sábado (20), são eles: Pe. Renato Oliveira (tesoureiro), Onésimo (secretário), Talita Salgado (vice -coordenadora) e Ir. Diego Joaquim (coordenador).

Setor de Comunicação Diocesano


Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.