Seja bem-vindo(a) ao nosso novo portal! Ajude-nos a deixá-lo ainda melhor enviando a sua opinião. Clique aqui.
Notícias da diocese › 12/09/2018

Visita pastoral: Dom Messias exorta paroquianos de Santa Teresa a permanecer firmes na fé, no amor a Cristo e a seguir adiante

Momentos de fé, devoção e testemunho marcaram a visita pastoral que Dom Messias dos Reis Silveira fez nos dias 7 a 9 de setembro, à Paróquia Santa Teresa (Forania São Mateus) criada no dia 27 de março de 1978 e que teve sua dedicação da igreja matriz em 12 de março de 1989.

No dia 7, Dom Messias foi acolhido pelo pároco, padre Gilson Luís Pereira e pela comunidade às 18h. Na comunidade São Sebastião, no Bairro Coqueiro de Galho, o bispo presidiu a Santa Missa com um número bastante expressivo de fiéis que participaram da celebração. Um momento de confraternização com lanche comunitário marcou o encontro de todos logo após a Missa.

Festa da Natividade de Nossa Senhora, o dia 8 de setembro foi marcado pela bênção de um cruzeiro, no interior da igreja matriz, feita pelo bispo. Uma procissão, logo após, seguiu até o lugar onde será instalada a futura Capela de Nossa Senhora de Fátima, no Setor Campina Verde. “Ali a cruz foi erguida e as pessoas acompanharam com fé, com piedade, com muita devoção, esse momento da benção do traslado da cruz. Logo depois ela foi fincada no chão onde será construída da igreja”, comentou em entrevista.

Dom Messias também visitou, no dia 8, o hospital da cidade de Porangatu, onde se encontrava internado o senhor Abrão, da Paróquia Santa Teresa. “O zelo pastoral do pároco o fez ir até lá e eu o acompanhei e administrei o Sacramento da Unção àquele enfermo”, comentou o bispo. Ainda no sábado (8) à tarde, ele foi à comunidade Divino Espírito Santo, onde presidiu a Santa Missa da Natividade de Nossa Senhora, no bairro Palmeirinha.

Bênção solidária
Uma feira solidária é realizada pela paróquia e, ao voltar à cidade, Dom Messias abençoou a iniciativa, cujo objetivo é dar oportunidade de compra de objetos ou alimentos mais em conta. Não havia intenção de lucro, apenas uma contribuição de tal forma que praticamente que entrou foi vendido e distribuído para que as pessoas pudessem participar.

A Santa Missa de encerramento da visita pastoral aconteceu às 8h do domingo, dia 9, na igreja matriz, com a participação de todas as lideranças na Eucaristia. “Eu exortei as pessoas a permanecer firmes na fé, no amor a Cristo e a seguir adiante. Dom Messias fez sua reflexão a partir da Palavra de Deus que estava sendo proclamada naquele dia (Is 35, 4-7) em que o profeta anunciava ao povo que não tivesse medo e, às pessoas deprimidas, que pudessem buscar a libertação. Já na segunda leitura o apóstolo São Tiago lembrava que não se pode fazer acepção de pessoas na comunidade, isto é, todos devem ser bem tratados. No Evangelho, a cura que Jesus faz do surdo-mudo, aquele homem que não ouvia e tinha dificuldade de falar, há um convite especial do Senhor: “Permanecer abertas à voz do Senhor é um convite constante. Essa é a comunicação de Deus às pessoas”.

Logo após a Missa, aconteceu a reunião com o Conselho Paroquial Pastoral (CPP) na qual seus membros apresentaram a realidade da vida paroquial. Houve em seguida outra reunião com a Comissão Administrativa Paroquial que apresentou a situação financeira da paróquia e um almoço com as lideranças da paróquia. “Foi um momento muito bonito, gratificante. Com o padre Gilson, visitei ainda a chácara da paróquia que ali existe. Foi tudo muito agradável e agradecemos à vida daquela paróquia, daquele povo que ali está, que demonstrou muito carinho e amor pelo padre Gilson que cuida daquela paróquia”, concluiu o bispo.


Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.