A Harmonia do Presépio

0
407

Mais uma vez estamos chegando ao fim do ano e antes do seu término está oportunizada a nós a alegria de celebrarmos o Natal de Nosso Senhor Jesus Cristo.

Na feliz noite de Natal o presépio terminará de ser montado. A modernidade tem trazido para o presépio alguns símbolos que não existiam nos presépios tradicionais, mas esses novos elementos tem o seu significado a partir do momento em que entendemos que o mistério de Deus encarnado toca toda realidade inclusive a que é transformada pela cultura humana. A presença do Divino encarnado transforma a realidade e faz ecoar um hino de glórias e louvores a Deus no céu e na terra.

A realidade do presépio reflete a harmonia entre o céu e a terra com tudo o que neles existem. Um sonho já antevisto pelo Profeta Isaías. No centro do presépio está o verbo encarnado, o Deus menino com seu sorriso de paz ladeado por Maria, José, os animais, a natureza, os magos e na modernidade por outros elementos. Tudo no presépio reflete adoração ao mistério chegado à terra. Ela é a morada criada por Deus aos seus filhos. O novo sagrado morador da terra é por excelência filho de Deus.

No embalo da expectativa do nascimento de Jesus o presépio vai sendo montado até que enfim surge o Deus recém-nascido e tudo e todos passam a cantar glórias, movidos por tamanha ternura divina.

A harmonia expressa pelo presépio foi nosso projeto de vida neste ano que se finda e deverá continuar a ser onde não conseguimos atingir os objetivos. Neste ano fomos montando nosso presépio enquanto Diocese de Uruaçu. Todo zelo pastoral neste ano objetivou ser expansão da harmonia do primeiro presépio do mundo.

Agora é o tempo de curvamos diante do menino Deus para adorá-lo apesar da nossa fragilidade. Com a novidade do Natal renovam-se nossas esperanças e o nosso presépio se torna mais vivo e dinâmico.

Agora é tempo de presépio onde Jesus é o centro. Desejo que a harmonia do presépio de Jesus se difunda entre nós desde a Diocese que é nosso presépio central passando por todos os presépios: paróquias, comunidades, organismos servidores da sociedade, famílias e cada um em particular. Nesse mundo habitado por Deus podemos viver a paz por Ele tão sonhada. Podemos ser presépios vivos vivendo a harmonia que dele emana. Desejo que a harmonia do Presépio me conduza sereno para minha nova missão em Teófilo Otoni.
Feliz vida no presépio humano onde nasce Deus! Feliz Natal e Feliz Ano Novo!

Dom Messias dos Reis Silveira