Seminaristas e diáconos se preparam para receber o Sacramento da Ordem

0
323

Nesta quarta-feira (13), na Residência Episcopal, em Uruaçu, os seminaristas Eguimar e Ricardo e o diácono João Batista, este que será ordenado presbítero no próximo dia 21 de dezembro, além dos diáconos Paulo Júnior, Fábio e Rener, que serão ordenados no dia 2 de fevereiro de 2019, fizeram a Profissão de Fé e o juramento de fidelidade diante do bispo Dom Messias dos Reis Silveira.

Nos últimos dias eles estiveram em preparação mais intensa para receber os Sacramento da Ordem. Fizeram um retiro espiritual e hoje o juramento de fidelidade e a profissão de fé. Dom Messias acolheu a profissão e o juramento de fé que eles realizaram. Pela profissão de fé, os ordinandos manifestam a grande fé que trazem dentro de si. Segundo o bispo, não é apenas a fé deles, mas a fé da Igreja.

Cada ordinando professou a centralidade da Santíssima Trindade, no Deus que cria, que é o poderoso do céu e da terra. Professou que Deus é verdadeiro, que é gerado e não criado, consubstancial ao Pai. A fé no seu filho Jesus que nasceu da Virgem Maria e em Maria se fez homem. Ele foi Jesus Crucificado. Padeceu e foi ressuscitado ao terceiro dia.

Manifestaram ainda a fé no Espírito Santo, na Igreja que é una, santa, católica e apostólica e se comprometeram a guardar tudo o que está contido na Palavra de Deus e na Igreja.
Em seguida, pelo juramento de fidelidade, se comprometeram a serem fiéis à Igreja no exercício do ministério, a cumprir as obrigações da Igreja, a comprometer-se com a Igreja, pela qual são chamados a prestar um serviço de acordo com as normas canônicas. No exercício das funções, em nome da Igreja, os ordinandos vão receber missões e por isso devem conservar-se íntegros, transmitir e ilustrar fielmente o depósito da fé.

Diante do bispo, os ordinandos prometeram seguir e fomentar a doutrina comum da Igreja e guardar a observância das leis eclesiásticas, principalmente aquelas que estão contidas no Código de Direito Canônico. “Prometem também obediência, aquela obediência da fé cristã, de estar a serviço do bispo diocesano. Portanto, dentre os vários juramentos hoje prestados, manifestaram seu compromisso. Foi um momento de fé e alegria destes que vão receber o Sacramento da Ordem”, relatou Dom Messias.