Carta aos Diocesanos 

0
72

Para que a alegria do Evangelho seja anunciada

Bispo eleito, Mons. Giovani

Dia 04 de junho de 2020, o Santo Padre, o Papa Francisco, me nomeou bispo
diocesano de Uruaçu. Dom Sergio da Rocha, então arcebispo metropolitano de
Brasília, me chamou para uma conversa e me falou da nomeação. Foi uma grande
surpresa para mim.

No primeiro momento o sentimento foi de indignidade para tamanho ofício. Porém, ao
saber para qual diocese fui designado, alegrei-me por conhecer as qualidades pastorais
e a fé sólida que essa Igreja Particular transmite por meio do seu presbitério e da vida
eclesial.

A responsabilidade se torna ainda maior conhecendo os bispos antecessores: sempre
tive grande admiração por Dom José Chaves, desde o tempo que eu estudava no
seminário Maior de Brasília e convivia com diversos seminaristas desta diocese.

Estive diversas vezes em celebrações e pessoalmente com Dom José Chaves, bebendo
de suas sábias palavras. Apesar de não ter tanto contato pessoal com Dom Messias,
tive vários alunos que manifestavam apreço e profundo respeito pelo seu governo
frente à Diocese de Uruaçu.

Fico grato ao chamado do Senhor e peço o auxílio de Deus e a intercessão do Coração
Imaculado de Maria para servir com dedicação à Diocese de Uruaçu.

Coloco-me a serviço para que a alegria do Evangelho seja anunciada a todos. Quero
estar presente junto aos religiosos e religiosas, seminaristas, agentes pastorais, todo o
povo de Deus agora a mim confiado e em especial ao clero.

Mons. Giovani Carlos Caldas Barroca
Bispo eleito da Diocese de Uruaçu