Colégio de Consultores se reúne e faz encaminhamentos importantes da vida diocesana de Uruaçu

0
371

Reunido na Residência Episcopal, na manhã do dia 27 de novembro, o Colégio de Consultores fez encaminhamentos importantes acerca da vida diocesana de Uruaçu. Os assuntos tratados se referiram aos pedidos de ordenações de três candidatos ao presbiterado e dois ao diaconado. Foi feito também um pedido de ministério de leitor para o seminarista Suênis e o pedido do ministério do acolitado para 18 candidatos ao diaconado permanente.

As ordenações sacerdotais dos seguintes candidatos foram aprovadas: os diáconos Rener, Paulo Júnior e Fábio. Os candidatos Eguimar e Ricardo foram aprovados para o diaconado e para o ministério de leitor o seminarista Suênis. Os 18 candidatos ao diaconado permanente, por sua vez, receberam a aprovação para o ministério do acolitado. O padre Antônio Teixeira foi reconduzido ao cargo de ecônomo diocesano. Seu mandato vence neste próximo mês de dezembro. O seminarista Bruno Silas recebeu a aprovação para ser admitido às sagradas ordens.

Ao fim da reunião, o Colégio de Consultores teve contato com o seu Estatuto, uma vez que este Colégio vai apoiar o governo que o administrador diocesano vai realizar. A partir do momento em que Dom Messias tomar posse da Diocese de Teófilo Otoni, a Diocese de Uruaçu se tornará vacante e o Colégio de Consultores deverá eleger um padre para conduzir a diocese. “Tratamos de algumas referências sobre como proceder a eleição, também verificando o estatuto do Colégio de Consultores e, quando for o momento da reunião, irá presidi-la o decano padre Aldemir Franzin, que é o mais velho em ordenação”, informou Dom Messias sobre a reunião que ele também participou.

O Colégio já definiu uma nova reunião no dia 3 de dezembro, na qual o grupo irá estudar um pouco mais o Código de Direito Canônico e as normas quanto à eleição do administrador diocesano. “Depois da minha posse eles se reúnem, terão um dia de espiritualidade e oração. O Colégio de Consultores têm o prazo de oito dias após minha posse pra fazer a eleição”, completou o bispo.

Setor de Comunicação Diocesano