Missionários Clareatianos: 63 anos de presença na Diocese de Uruaçu

0
42

Os Missionários Claretianos celebram neste dia 18 de junho de 2020, 63 anos da criação da comunidade em Goianésia, que nasceu após a supressão de Uruaçu e de Niquelândia, pelo primeiro bispo diocesano, também Claretiano, Dom Francisco Prada Carrera, que convidou padres da sua congregação para assumir a direção e os trabalhos da paróquia. Os primeiros padres, nomeados para Goianésia foram: Padre Jesus Osés Pagolo, cmf, Padre Antônio Arteaga, cmf, e, Padre Doroteu Ondomendi Zugasti, cmf.

Nestes 63 anos de Missão em Goianésia e na Diocese, muitas foram as obras realizadas pelos Claretianos, citando uma delas, a construção de diversas Igrejas espalhadas pela Diocese.

Santo Antônio Maria Claret, define um missionário Claretiano como: “Um filho do Imaculado Coração de Maria, um homem que arde em caridade e abrasa por onde passa. Deseja eficazmente e procura por todos os meios inflamar o mundo no fogo do divino amor. Nada o detém. Alegra-se nas privações. Enfrenta os trabalhos. Abraça os sacrifícios. Compraz-se nas calúnias. Alegra-se nos tormentos e dores que sofre e gloria-se na cruz de Jesus Cristo. Não pensa senão em como seguir e imitar Cristo na oração, no trabalho e no sofrimento, procurando sempre e unicamente a maior glória de Deus e a salvação dos homens”.

Os Missionários Claretianos hoje marcam presença evangelizadora nos cinco Continentes, em 60 países, usando muitos e variados meios e estruturas para evangelizar, na prestação de serviços paroquiais, de serviços em territórios missionários de vanguarda, de serviços educativos em Colégios, Faculdades, Institutos, de serviços nos Meios de comunicação social, como revistas, livros, rádios, televisão, internet; de serviços sociais em Creches, Centros da Juventude.

No Brasil, o serviço missionário da Província Claretiana está presente em 28 paróquias. Dentre tantas frentes de trabalho dos Missionários Claretianos na Terra de Santa Cruz, as paróquias são as de maior número e as que mais materializam nossa identidade carismática, pois a Paróquia Missionária Claretiana deve ser aquela que, sem esquecer as noventa e nove ovelhas já congregadas, sai em busca daquela que ainda está longe do redil do Bom Pastor.

Em Goianésia, atualmente residem quatro missionários Claretianos que trabalham na Paróquia Nossa Senhora d’Abadia, são eles: Pe. José Maria Garcia Gil, cmf, Pároco, Pe. Matias Garcia Gil, cmf, Pe. José Ferreira Pinto, cmf, Pe. Jair Donizete de Oliveira, cmf.