Novas orientações de prevenção ao coronavírus para a Diocese de Uruaçu-GO

0
652

Dec. 097/2020

Pe. FRANCISCO AGAMENILTON DAMASCENA
Administrador Diocesano

DECRETO

NOVAS ORIENTAÇÕES PARA A DIOCESE DE URUAÇU SOBRE
A PREVENÇÃO CONTRA O NOVO CORONAVÍRUS (COVID-19)

A todos que este nosso decreto virem, saudação, paz e bênção em nosso Senhor Jesus Cristo.

Agradecidos a Deus pela vida, que é um dom e compromisso;
Animados pela parábola do Bom Samaritano (Lc 10,30-37) cujas atitudes do ver, sentir compaixão e cuidar constituem parte essencial da prática cristã;
Considerando a situação de emergência na saúde pública no Estado de Goiás, conforme o decreto n. 9.633, de 13 de março de 2020, promulgado pelo governador do Estado;
Havemos por bem decretar, como de fato decretamos, com a anuência do Colégio de Consultores, novas determinações válidas para o território desta Diocese, visando a prevenção contra o novo coronavírus (Covid-19) e a defesa e promoção da vida humana:

1. Ficam suspensos, até o dia 28 de março do ano corrente, todos os eventos católicos como retiros, encontros, formações, confraternizações ou atividades afins podendo ser adiadas para datas posteriores; recorde-se da possibilidade de se fazer uso dos meios oferecidos pelas redes sociais para realizar algumas destas atividades;

2. As celebrações dos sacramentos ficam mantidas como de costume, respeitando a distância entre as pessoas (1 a 2 metros) e assegurando ambientes bastante arejados;

3. As celebrações litúrgicas vinculadas à devoção ou datas comemorativas ficam suspensas podendo ser celebradas posteriormente;

4. Fica suspenso o uso de folhetos litúrgicos nas celebrações;

5. As novenas já iniciadas anteriormente à promulgação deste decreto sejam levadas ao seu término; contudo, caso estas novenas reúnam grande número de fieis, sejam as celebrações realizadas ao ar livre, respeitando a distância entre as pessoas (1 a 2 metros); a mesma indicação vale para a quermesse vinculada à novena;

6. A catequese está paralisada e será retomada tão logo se retomem as aulas da rede de ensino público;

7. Aos párocos corresponde o discernimento junto à Pastoral da Esperança sobre a melhor maneira de acompanhar os velórios.

Nos próximos dias poderemos dar novas determinações, conforme os pronunciamentos oficiais das autoridades competentes.

Contamos com a compreensão e a colaboração de todos em prol do bem dos fieis e da população em geral. Esta situação é temporária.

Aproveitemos este tempo para vivê-lo em espírito de oração e sacrifício uns pelos outros a exemplo de Jesus Cristo que deu a vida por nós na cruz.

Confio a todos à proteção maternal do Imaculado Coração de Maria, nosso padroeiro, e a São Sebastião, protetor contra as pestes.

Estas indicações entram em vigor nesta data e serão válidos enquanto não mandarmos o contrário.

Dado e passado em nossa Cúria Diocesana em 16 de março de 2020.

Pe. Francisco Agamenilton Damascena
Administrador Diocesano

Pe. Edilson Ribeiro de Freitas
Chanceler