“Corra ao encontro das festas que se aproximam!”

0
562

Caros Irmãos e Irmãs Diocesanos:
Paz e bem!

A duas semanas para as festas pascais, a Igreja pede a Deus que conceda ao povo cristão correr ao encontro destas festas, cheio de fervor e exultando de fé. É por isso que me dirijo a você e lhe convido a se abrir à graça divina.

Você pode me perguntar: por que correr? Por que apressar o passo? Já estamos cansados da correria do dia-a-dia. É verdade. No entanto, vale recordar as palavras de Jesus: “Trabalhai não pelo alimento que perece, mas pelo alimento que permanece até à vida eterna” (Jo 6,27). E ainda: “Esforçai-vos por entrar pela porta estreita” (Lc 13,24).

As festas que se aproximam são a Páscoa de Jesus: sua morte e ressurreição; passagem do pecado para a graça, da condenação para a salvação, do pecado para os braços do Pai, da morte para a vida eterna. É o centro da fé cristã. Mediante a celebração litúrgica se torna presente este grande e vital mistério. Banhar-se neste rio de graça é renascer para uma vida nova e experimentar a potência do amor de Deus criador e recriador.

Penso que você já entendeu a razão do correr. Por isso, como na história do filho pródigo (cf. Lc 15,11-32), eu lhe digo: “Levante-se! Volte para Deus! Corra ao encontro dele! Ele também tem um abraço para você”. Dentro do seu peito há uma sede de vida em abundância, isto é, vida feliz sem fim. Portanto, corra cheio de fervor e exultando de fé porque o que você procura existe bem perto de si.

Convido-lhe a aproveitar estas últimas semanas quaresmais para rever sua vida, dedicar-se mais à oração, à penitência e às obras de misericórdia. E, se possível, procurar a confissão sacramental. Faça um bom propósito de vida e comece uma nova história. Na Páscoa de Jesus faça a sua páscoa também.
Deus lhe abençoe.

Pe. Francisco Agamenilton Damascena
Administrador Diocesano