A forma como crianças e idosos são tratados revela a grandeza de um povo, diz Papa

0
65

Antes de encontrar-se com a vida consagrada na Catedral da Imaculada Conceição em Maputo, o Papa Francisco recebeu na Nunciatura uma delegação da Diocese de Xai-Xai, com a qual havia feito um intercâmbio quando era arcebispo de Buenos Aires.
Cidade do Vaticano

Antes de dirigir-se à Catedral da Imaculada Conceição para o encontro com a Vida Consagrada de Moçambique na tarde desta quinta-feira, o Papa Francisco reuniu-se na Nunciatura Apostólica em Maputo com uma delegação da Diocese de Xai-Xai. Quando era arcebispo de Buenos Aires, Jorge Mario Bergoglio havia instituído uma geminação entre as duas dioceses.

A delegação foi guiada pelo bispo Dom Lucio Andrice Muandula, acompanhado pelo bispo emérito, cardeal Julio Duarte Langa.

Após uma breve saudação de Dom Muandula, o Papa Francisco recordou as origens da relação entre as dioceses e como o intercâmbio entre as duas fortaleceu os sacerdotes, religiosos e seminaristas em sua missão, abrindo-os a uma perspectiva apostólica.

Depois enfatizou a importância da oração de uns pelos outros e o valor das crianças, riqueza de uma nação, e dos idosos: “As crianças e os idosos são o tesouro de um povo e a maneira como cuidamos deles, revelam a grandeza de um povo”.

A comunidade de Xai-Xai

Conhecida até a independência de Portugal em 1975 como Colônia João Belo , Xai-Xai é a capital da Província de Gaza, com cerca de 143 mil habitantes. Cidade portuária, a segunda após a capital Maputo, localiza-se entre o Oceano Índico e o Rio Limpopo.

Distante 224 km ao norte de Maputo, a construção da estrada EN1 (1970) – que liga a capital moçambicana com o restante do país – contribuiu de forma determinante para o desenvolvimento de Xai-Xai, tranquila cidade provincial e centro comercial.

Em fevereiro de 2000, chuvas intermitentes que atingiram Moçambique fizeram com que o rio Limpopo, deixando a cidade submersa por cerca de 3 metros de água e lodo.

Após recuperar-se deste trágico evento com muito trabalho, as suas praias e os seus grandes hotéis são hoje uma alavanca para o turismo nacional e internacional.