O exercício de nossa vocação: Pastoral da Criança

0
18

Nos tempos atuais, onde a pandemia tem estado presente em nosso meio social, não podemos deixar de ressaltar que a Pastoral da Criança diocesana continua com suas atividades, trazendo em seu cerne o “desenvolvimento integral das crianças, promovendo, em função delas, também suas famílias e comunidades, sem distinção de raça, cor, profissão, nacionalidade, sexo, credo religioso ou político” (Artigo 2º do Estatuto).

Ainda que vivamos tempos difíceis, tempos de isolamento e sofrimento, onde as mazelas humanas assolam o meio social, os membros da Pastoral da Criança realizam sua vocação, auxiliando crianças, gestantes e famílias de modo geral, buscando se conformar com o exercício da caridade que tanto nos pede nosso amado Deus. “Mas, acima de tudo, revesti-vos da caridade, que é o vínculo da perfeição.”(Cl 3,14)

É importante sabermos que os membros e líderes da Pastoral da Criança trabalham para perpetuar os valores da missão cristã, de modo que o auxílio às famílias carentes seja de fato, a presença do próprio Cristo naqueles que sofrem.

O Trabalho é árduo, a simplicidade é grande, e o amor pelas coisas que Deus nos ensinou é ainda maior.

Ressaltamos ainda que todos os cuidados especiais estão sendo tomados, de modo que as famílias assistidas fiquem inteiramente preservadas do contato com os demais.

Rezemos pelos membros da Pastoral da Criança, pelos coordenadores, e acima de tudo pelas famílias assistidas, para que a graça de Deus seja sempre o consolo e a resposta diante de todas as necessidades.

Que Cristo nos abençoe, e que Nossa Mãe Santíssima interceda por nós!

Bruno Assunção